Vapers Alergia ao PG

Vapers Alergia ao PG

()

Descubra se você é alérgico ou sensível ao PG e o que fazer se for….

Algures no meio de todas as tentativas frustradas de tentar deixar o cigarro todos nos tentamos as mais variadas maneiras de deixar o (fedorento). Todos nos tentado usar desde o Champix, que é um dos métodos mais perigosos de tentar deixar de fumar, ou também aos nicorette, que basicamente é uma forma de comer pastilhas elásticas muito caras acompanhado por cigarros no meio de cada pastilha.

Até que algum dia vimos alguém na rua com um aparelho de vape, ou talvez um amigo apareceu com um e despertou a nossa curiosidade.

Talvez deixar de fumar seja possível, nos pensamos para nos mesmos.

Cheios de esperanças que desta vez é que é, nos vamos a uma loja e compramos a nossa primeira vape pen e damos a primeira tragada e o vapor chega a nossa garganta. De repente sentimos um arranho enorme na garganta, quase insuportável acompanhado de uma sensação que nos esta a queimar.

Mas nos continuamos a tentar porque realmente queremos deixar o cigarro.

O que a maioria de nos faz? vamos a procura de como vaporizar correctamente, ou em algum web site ou no youtube. A final de contas provavelmente somos nos que não estamos a inalar correctamente, pensamos nos. Pode ser a técnica que usamos na puxada ou como alguém diz no youtube são as gotículas de agua restantes quando fazemos a puxada que estão a nos fazer tossir.

O tempo está a passar e começamos a pensar em puxar de um cigarro, que prometemos a nos mesmos que não iríamos fazer nunca mais.

ao ler a historia acima viu algo parecido com a sua historia? Não estã sozinho. existem varios motivos para a que esteja a ter uma reação negativa ao vaping, mas a mais comum é a alergia ao propylene glycol (PG). ao falarmos com vapers mais experientes aprendemos rapidamente que muita gente é de facto alérgica ao PG.

PG: O que é e onde é encontrado?

O Propylene glycol é uma molécula incolor, inodora e quase sem sabor. É composto por três átomos de carbono, oito átomos de hidrogênio e dois átomos de oxigênio, e é tecnicamente um álcool.

A primeira descrição documentada vem de meados do século XIX e, em meados do século XX, começou a ser usada em uma variedade de medicamentos e outros produtos de consumo. O PG não é muito tóxico e é “geralmente reconhecido como seguro” para ingestão.

Além de não ser tóxico, o PG também possui muitas propriedades úteis. É um solvente, um conservante, um conservante de humidade e um emulsificante – o que significa que ajuda a misturar ingredientes oleosos e aquosos. É especialmente útil como solvente, porque se mistura com água, álcoois, medicamentos como diazepam que não podem ser misturados com água e glicerina vegetal.

Essa ampla gama de usos, combinada à sua segurança, significa que o PG é usado em muitos produtos. É usado em alimentos como conservante e retentor de humidade, e em corantes e aromas alimentares como solvente. É encontrado em desodorizantes, hidratantes, champos e condicionadores, bronzeador, batons e muitos outros produtos do dia a dia.

Também é usado em alguns tipos específicos de anticongelante projectados para crianças e animais de estimação. Isso ocorre porque diminui o ponto de congelamento da água, da mesma forma que outro produto químico comummente usado no anticongelante (etileno glicol), mas é muito menos tóxico.

Por fim, é também um dos dois principais ingredientes do e-líquido, ao lado do VG. A quantidade de PG no e-líquido varia. Portanto, para descobrir quanto está no seu e-líquido, procure a relação PG / VG. Isso geralmente é listado na garrafa.

PG Alergias vs. Sensibilidades: Qual a Diferença?

Antes de discutirmos alergias e sensibilidades ao PG, é importante garantir que estamos usando os termos correctamente. Há muita confusão sobre a diferença entre alergias e sensibilidades ou intolerâncias, e você geralmente notará pessoas usando os termos de forma intercambiável. Mas são realmente questões bem diferentes.

O principal factor que os separa é o seu sistema imunológico. Em uma alergia, seu corpo identifica um determinado componente de um alimento ou outra coisa que você consome como uma “ameaça”. Assim como ocorre em resposta a uma infecção, seu sistema imunológico responde à ameaça percebida criando anticorpos especificamente projectados para combater fora.

Por outro lado, a sensibilidade ou intolerância a um produto químico não é tão claramente definida e não envolve o sistema imunológico da mesma maneira que uma alergia.

O exemplo mais conhecido é a intolerância à lactose, onde algumas pessoas não têm as enzimas certas para quebrar o tipo de açúcar encontrado no leite. Isso leva a problemas como inchaço e diarreia.

No entanto, outras sensibilidades e intolerâncias não são causadas pela falta de uma enzima e, em muitos casos, não entendemos realmente os mecanismos envolvidos. O simples fato é que algumas pessoas reagem mal a alguns alimentos e outras substâncias.

PG Alergia: Quais são os sintomas e quão comum é?

Vapers Alergia ao PG

Se você está tendo uma reacção ruim ao vaping, agora deve ver que não é necessariamente uma “alergia”. Na verdade, as chances são de que é mais sensibilidade do que alergia, mas é possível que você esteja tendo uma reacção alérgica.

As reacções alérgicas documentadas ao PG tendem a ser por contacto com a pele. Como mencionado anteriormente, o PG está em muitos produtos diferentes que você provavelmente já entrou em contacto com o PG na sua pele. Isso significa que muitas pessoas com uma alergia verdadeira ao PG provavelmente estarão bem cientes disso – ou pelo menos que você tem alergia a alguma coisa – antes de começar a vapear.

Se você tem alergia ao PG, provavelmente mostrará sinais de dermatite alalérgica de contacto.

Isso é caracterizado por uma erupção cutânea, possivelmente com pequenos nódulos na área circundante ou até mesmo com uma mancha avermelhada. Como o PG é inalado quando você vaporiza, isso fica perto da boca e do nariz. Pode ser acompanhado por uma sensação ardente e ardente.

O grande problema é que esses sintomas são muito parecidos com os que você obteria se sua pele fosse simplesmente irritada pelo PG. Esta não é uma reacção alérgica verdadeira, mas os sintomas são tão semelhantes que pode ser realmente difícil dizer qual é qual. De fato, essa é uma grande parte do motivo pelo qual os pesquisadores não sabem ao certo quão comum é a alergia ao PG.

Para separar as reacções irritantes das reacções alérgicas, é necessário encontrar uma quantidade de PG que seja pequena o suficiente para evitar efeitos irritantes, mas suficiente para causar uma reacção alérgica. Obviamente, os pesquisadores tentaram fazer exatamente isso, e as melhores evidências sugerem que algo entre 1,5 e 3,5% das pessoas tem uma reacção alérgica ao PG dessa maneira.

Em varias pesquisas efectuadas, os resultados concordaram aproximadamente com as descobertas desses pesquisadores. Pouco menos de 2,2% das pessoas que responderam tiveram erupções cutâneas após vaping o e-liquido contendo PG, cerca de 3,6% tiveram espinhas ou urticária, pouco menos de 2,6% experimentaram sensações de queimadura ou ardência e cerca de 3% tiveram sensações de coceira.

Outras pesquisas chegaram a conclusões semelhantes. Uma que é particularmente digna de nota foi a pesquisa conduzida pelo Dr. Konstantinos Farsalinos, e constatou que 1,8% dos 19.000 artigos analisados ​​relataram reacções alérgicas.


O resultado é que, se você já teve reacções ruins a hidratantes ou outros cosméticos que contêm PG, deve ficar atento a sinais de reacção ao vaping. Se você identificou o PG como a provável causa de sua alergia, evite o PG sempre que possível (mais sobre isso mais tarde).

Sensibilidade PG: Quais são os sintomas e qual a sua frequência?

Vapers Alergia ao PG

Para a maioria dos vapers que têm uma reacção ao PG, será mais uma sensibilidade ao produto químico do que uma alergia. Você pode ter sintomas semelhantes aos de uma alergia de hidratantes ou outros cosméticos. Mas, na maioria das vezes, a diferença entre inalar o PG e aplicá-lo à pele torna os sintomas distintos.

Não temos números concretos sobre isso, mas Chris Price, da E-Cigarette Politics, fez algumas estimativas com base no número de postagens relevantes nos fóruns de vaping.

Ele classifica a sensibilidade ao PG em dois grupos principais com base nos sintomas que você provavelmente experimentará.

De acordo com as estimativas de Price, cerca de 1 em cada 10 vapers têm uma leve sensibilidade ao PG que se manifesta principalmente através de uma garganta seca e uma leve irritação nas vias aéreas superiores.

Quanto disso é uma verdadeira “sensibilidade” é incerto, porque tende a desaparecer à medida que você se acostuma a vaping (como muitos estudos descobriram). Alguns novos artigos também experimentam isso porque não sabem que a técnica de fumar e vaping é um pouco diferente, e você precisa alterar levemente a forma como inspira para tirar o máximo proveito dela.

Estima-se que os casos mais graves de sensibilidade ao PG afetem 1 em 100 artigos. Esses indivíduos experimentam dor de garganta ao vapear sucos com alto teor de VG, e isso geralmente torna o vaping intoleravelmente desagradável.

As varias pesquisas afirmam novamente aproximadamente com essas estimativas. A maior diferença está nas estimativas de sensibilidade leve, com 21,7% relatando tosse e 27,8% relatando dor de garganta ou garganta seca, que é duas a três vezes maior que a estimativa de Price.

No entanto, a grande maioria dessas pessoas não teve sintomas por muito tempo. Desses vapers, 39,6% apresentavam sintomas há menos de uma semana e 75% apresentavam sintomas há menos de um mês.

Para dor de garganta grave, cerca de 1,6% relatou ter o sintoma após vaping. Algumas das pessoas que relataram uma sensação de queimação ou ardência também podem ter uma sensibilidade severa, mas a inclusão delas apenas aumenta o número para cerca de 3,8% dos entrevistados.

O estudo do Dr. Farsalinos incluiu apenas uma opção para “boca e garganta doloridas ou secas” e 38,9% dos entrevistados relataram esse sintoma.

Os estudos sobre a eficácia do vaping para parar de fumar também costumam perguntar sobre os efeitos colaterais, e esses geralmente descobrem que 20 a 30% dos vapers ficam com a boca ou garganta seca, e aproximadamente a mesma percentagem relata irritação na garganta. Os pesquisadores geralmente descobrem que os efeitos colaterais do vaping são leves e temporários.

No entanto, a mensagem geral é que muitas pessoas experimentam algumas reacções leves ao PG, mas essas geralmente desaparecem. A sensibilidade severa é muito mais rara, afectando cerca de uma ou duas em cada cem vapers.

Evitando PG no vaping

Então, se você acha que seus problemas estão relacionados ao PG, o que você faz sobre isso?

Bem, a resposta óbvia é mudar para um e-líquido baseado em VG. Actualmente, é fácil encontrar e-líquidos VG e, se houver, a maioria dos e-liquidos é predominantemente VG. No entanto, geralmente há também alguns PG presentes, porque um e-liquido VG puro teria problemas com a absorção.

Muitos vapers descobrem que, enquanto o conteúdo do PG é mantido baixo, eles não sofrem sérios sinais de sensibilidade ao PG. Isso varia, então você terá que experimentar algumas opções de alto VG para ver como funciona bem para você.

Por exemplo, o Element E-Liquid usa 80% de VG para a Dripper Series, que é alta o suficiente para a maioria dos vapers sensíveis ao PG. Como alternativa, algumas empresas adicionam uma pequena quantidade de água destilada para criar um e-liquido completamente livre de PG.

Existe também uma alternativa possível ao PG na forma de PEG, polietileno glicol. Se você tentar essa abordagem, escolha um liquido que use o PEG400 e, de preferência, com um relatório de laboratório confirmando que ele não contém dietileno glicol ou monoetilenoglicol.

Das pessoas que tiveram problemas, 38,1% disseram que seus problemas foram resolvidos depois de mudarem para um liquido com VG mais alto. Mas a quantidade de pessoas do PG que disse que pode tolerar variou bastante. Por exemplo, 26% das pessoas que responderam à pergunta disseram que poderiam ter mais de 50% de PG sem problemas. No entanto, 44,2% disseram que só podiam vaporizar confortavelmente e-líquidos com menos de 30% de PG.

Se você optou por um e-liquido com VG muito mais alto, um dos maiores problemas que você pode enfrentar está relacionado ao wicking. O VG é muito mais espesso que o PG, portanto não é absorvido pelo seu pavio com a mesma eficácia e você pode ocasionalmente sofrer dry hit.

Se você está tendo esse problema, o melhor conselho é obter um tanque de ohm sub ohm (ou atomizador reconstruível), que tende a ter melhor absorção, baixe um pouco a energia e deixe mais tempo entre as baforadas. Baixar a energia significa que menos liquido é vaporizado a cada sopro; portanto, é preciso reabastecer menos antes que você possa vaporizar novamente sem os sopros secos.

Uma questão final quando você muda para o liquido com alto teor de VG, especialmente se você está apenas parando de fumar, é um golpe na garganta. O PG contribui para o golpe na garganta que você recebe, e os usuários mais recentes, em particular, provavelmente precisarão de golpe na garganta para replicar a sensação de fumar.

O melhor conselho é usar um liquido com mais nicotina, porque a nicotina contribui com a maior parte do hit na garganta. Usar sabores à base de mentol também aumenta o impacto na garganta.

No entanto, das pessoas que tiveram problemas, outros 26,9% disseram que a redução da nicotina realmente ajudou. Isso mostra que, embora o PG possa estar causando o problema, pode ser a garganta atingida pela nicotina que está tornando o vaping desagradável para você.

Os aromas de líquidos também são diluídos no PG, para que você possa ter uma reação ao PG nos aromas ou nos próprios ingredientes aromatizantes. O melhor conselho é experimentar diferentes liquidos e ver qual efeito eles têm.

Assine a nossa newsletter!

Facebook Comentarios

Achou este post Útil?

Clique em uma estrela para classificá-la!

Classificação média / 5. Contagem de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar esta postagem.

Como você achou este post útil ...

Siga-nos nas redes sociais!

Gostou? Reserve um segundo para apoiar o vapingfreak no Patreon!
Vapers Alergia ao PG

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *